terça-feira, 18 de novembro de 2014

De malas prontas: Rio de Janeiro em 48 Horas - Parte I.


Ain gente, eu vou, mas eu sempre volto e juro que tô tentando não voltar só trucentos anos depois, haha. Se vocês tivessem noção da quantidade de posts, que eu tenho “escritos mentalmente”, não ia ter barra de rolagem que desse conta, rs. Mas vamos deixar esse lenga-lenga de lado e partir para o que interessa. A minha última pauta escolhida pra se tornar post: O Rio de Janeiro.
Ainda não conhecia a Cidade Maravilhosa, mas pra quem já a conhece, deixo aqui o meu recado: O Rio de Janeiro continua lindo! Haha. Gente, impossível não se encantar. O Rio é mais um desses lugares que me deixam com a sensação que nem em mil vidas, darei conta de conhecer cada cantinho que eu gostaria. Mas um pouco que vivenciei lá, gostaria de dividir com vocês! E eu confesso, tenho preguicinha, mas quando eu começo...  aaaah eu escrevo pra caramba! rs. Então, pra não deixar esse post do tamanho do Alcorão, porém útil, decidi dividi-lo por categorias: Hospedagem, Gastronomia, Baladinha, Passeios...
Começando pela hospedagem! Bom gente, quando estamos procurando lugar pra ficar seja lá onde for, minha sugestão é que a primeira coisa que você faça seja: estabeleça critérios e prioridades! Sim, porque você dificilmente irá conseguir reunir todos os adjetivos (econômico, bem localizado, bom café da manhã, ótimas instalações...) em um só lugar. Sendo assim, você terá que fazer escolhas. Os meus critérios e prioridades foram as seguintes: economia, porque afinal economizar é sempre bom, haha. Mas não só por isso, porque o intuito não era ficar em um hotel, do qual eu fosse, digamos, aproveitar as instalações, até porque eu não teria tempo, queria mais era conhecer o máximo de lugares que eu pudesse mexxxmo. Hotel, só pra banho e cochilo! Então, definitivamente, luxo não era uma prioridade.
O meu segundo critério, e segundo lugar na minha listinha de prioridades foi: boa localização! Sim, pelo curto espaço de tempo, apenas 48 horas, optei por estar o mais próxima possível dos lugares que eu gostaria de conhecer, além de estar próximo dos mais diversos tipos de alternativas de transporte também, ônibus, metrô e caso fosse preciso tomar um táxi também, não gastaria muito por ser pertinho.
Levando esse dois fatores em consideração, iniciei minha busca. Um grande salve para interneta, esse lugar que: procurando tudo se acha! E acreditem, não só achei, como fiquei super satisfeita e deixarei minha recomendação pra vocês. Mas antes, quero deixar a diquinha de como eu cheguei a esse achado em forma de hostel. Simples, sites de buscas especializados em viagens. São muitos, mas o meu favorito é o TripAdvisor. É um site, em que você encontra avaliações de internautas sobre lugares, restaurantes e até mesmo atrações. E fazendo seu cadastro você também pode deixar sua avaliação. É ótimo gente, ele é super completo quando se trata de obter informações e confiável também. Basta ter paciência e discernimento para desconsiderar algumas coisas também, porque o hostel mesmo que escolhi, tinha algumas avaliações um tanto negativas, mas a quantidade de positivas eram bem superiores e eu resolvi apostar nele assim mesmo. Deu certo!
Optei por ficar no Rio Hostel Ipanema, que foi a hospedaria que mais se encaixou lá no meus critérios e prioridades. Primeiro pela economia, que só pelo fato de ser um hostel, se caracteriza nessa modalidade. E segundo, a localização, em Ipanema, a poucos metros da praia, e do ladinho de Copacabana. Próximo a pontos turísticos famosos como a Lagoa Rodrigo de Freitas, Jardim Botânico, Forte de Copacabana, Cristo Redentor... e mais, próximo a parada de ônibus e metrô, além de estar localizado numa área mega privilegiada, em que que você pode fazer bastante coisa a pé. E se precisar, ainda tem mercado, farmácia, diversos restaurantes e bares por perto. Enfim gente, no quesito localização Rio Hostel Ipanema é 10 e o preço das acomodações também, achei super justo.

Recepção do Rio Hostel Ipanema - Foto: TripAdvisor
Essa foi a minha primeira experiência nesse tipo de acomodação, um hostel. E gente, recomendadíssimo! Fiquei hospedada em um quarto coletivo feminino, para até 9 meninas. É uma ótima opção para quem está viajando sozinha e também deseja fazer novas amizades. Mas também oh, se essa não for sua vibe, beleza, rs. Porque todo mundo respeita muita sua privacidade e individualidade, apesar de estarem dividindo o mesmo quarto. Até porque, há regras de convivência e educação, e bom senso  também é sempre bem vindo né?!
Durante minha estadia, haviam algumas meninas da França, algumas alemãs e uma brasileira. Todas convivendo lindamente sob o mesmo teto. Maravilhoso isso né? rs. O quarto era bacana, bem ventilado, com ar-condicionado. As camas são beliches e cada andar possui uma luz individual, bem legal pra não ter que acender a luz do quarto todo e incomodar as outras pessoas, além de uma tomada pra cada também. Maravilhoso pra quem vive com o celular descarregando, como eu. Cada hóspede tem direito a um armário, locker, num tamanho consideravelmente bom, dá pra guardar bastante coisa. O hostel não oferece cadeado, mas dá a opção de alugar um por R$ 15,00. Mas nada que aquele cadeadinho, que a gente já fecha a mala não resolva. Você pode aproveitar pra usar no trancamento do armário. Apesar de que, muitas das gringas, estavam fazendo mochilão e a bagagem delas não cabiam nos armários, ficavam pela cama mesmo e foi bem tranquilo. Achei bem seguro nesse quesito, não notei ninguém mexendo nas coisas dos outros. Mas prevenção é sempre bom e guardar melhor os itens de maior valor é o mais recomendado.

Quarto Feminino Rio Hostel Ipanema - Foto: TripAdvisor
Escadas que levam aos quartos - Rio Hostel Ipanema.
Para baratear o custo da diária, toalhas também precisam ser alugadas. Mas o Rio Hostel Ipanema oferece roupa de cama, então com lençol você não precisa se preocupar. Os banheiros estão espalhados pelas dependências do hostel, o melhor é o da varanda do andar superior, a ducha é quente e tem um fluxo ótimo. Durante os dois dias que passei, notei que eles tentam manter tudo sempre limpo, sempre recolhendo o lixo e esse tipo de coisa. Em relação ao café da manhã, não posso opinar, pois optei por comer fora os dois dias. Mas soube que apesar de simples, é bem justo.

Área Comum Rio Hostel Ipanema - Foto: TripAdvisor
Área Comum Rio Hostel Ipanema - Foto: TripAdvisor

Os hospedes também tem direito de utilizar as dependências da cozinha, tanto para guardar algum alimento, que deve ser devidamente etiquetado com o nome de cada um, como para cozinhar. Então, se você quiser economizar ainda mais e preparar sua próprias refeições, também pode. Bacana né? Eu ainda cheguei a usar o micro-ondas para esquentar umas dessas lasanhas congeladas e a cozinha estava bem organizada e tudo limpinho. O Hostel oferece ainda um quarto misto e um quarto masculino. Além de dois quartos de casais privativos. WiFi grátis e dois computadores ficam disponíveis na recepção, para uso dos hóspedes. 
Bom amorinhos e amorinhas, resumindo (será que eu consigo, kkkk) o quesito hospedagem, as dicas são: estabeleça critérios e prioridades, siga-os! Pesquise bastante e procure fontes confiáveis. Se você gosta de fazer novas amizades, um hostel tem uma atmosfera ótima pra isso. Se você está querendo economizar, optar por um hostel também é uma das melhores alternativas. E se você for pro Rio e quer além de economizar, se hospedar numa área super privilegiada na Zona sul, fica aqui minha dica: Rio Hostel Ipanema.

Aiiim já quero voltar! Nosso próximo post será literalmente delicioso. Vamos falar de gastronomia, já engordei dois quilos só de lembrar, rs. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar em nosso post, sinta-se convidado a voltar mais vezes. =)